11/12/2017

Adventure and girl talk

Tenho um grupo de amigas mais coeso que me acompanha desde os célebres tempos da secundária. Neste momento, com cada uma na sua fase de vida, estamos um bocado espalhadas. Duas aqui em Lisboa, uma em Peniche, outra em Coimbra e outra no Reino Unido. 
Vamos tentando ver-nos com regularidade e o nosso grupo de Messenger é uma animação. Sempre que nos juntamos são horas de conversa, partilha e imensa diversão. E acreditem ou não, há sempre uma aventura que na altura pareceu um pequeno pesadelo mas depois fica óptimo para uma história do grupo. Neste dia em particular, foi um passeio sem problemas (graças a Deus que aquilo é alto e um bocado perigoso).
Fomos todas ao Miradouro de Monsanto. Ainda na altura da rebeldia e a puxar grades para poder visitar. Mas também já numa fase de preparação de abertura ao público porque estava tudo limpo de vidros e lixo. Deu para admirar os trabalhos no chão e nas paredes trabalhadas. A vista incrível e tirar fotos (semi) únicas.
Estivemos juntas há umas semanas e o melhor?? Vamos estar todas juntas novamente daqui a pouco tempo. Vamos fazer o jantar de Natal e o Amigo Secreto (que é raro ficar secreto). Já comprei a prenda para a minha miúda! Mas até vou ter algo para todas porque estão habituadas a receber amostras de produtos que a Biotherm me envia. Não ficaram fãs do último tal como eu, mas somos todas novas e frescas. Este Biotherm Skin Oxygen já vem mais ao encontro dos requisitos da nossa pele.
E assim de repente vou estar com amigos, família e colegas de trabalho em mais um Natal. Acreditam que daqui a 21dias vamos estar em 2018?

Adventure




10/12/2017

Christmas wishlist ou a minha veia consumista

Toda a gente gosta de receber prendas. Quem não admira os filmes em que se vê uma árvore de Natal brilhante e cheia de embrulhos coloridos por baixo? Eu acho uma imagem visual linda. Mas claramente consumista.
Para tentar controlar a minha veia de consumista tento ser racional. Claro que por vezes fico a sonhar acordada. Seguem uns exemplos de prendinhas perfeitamente aceitáveis e, acima de tudo, úteis. E pelo meio... uns devaneios que aquecem este coração de viajante.
Claro que se me oferecerem livros, acessórios como fios e lenços, um batom diferente, recebo-os com muito amor e alegria. Até meias e collants! A Calzedonia está com peças deslumbrantes!

Christmas
Adoro pijamas quentinhos. Podem cair de todos os lados que só me fazem feliz. 
(woman's secret)

Christmas
Uso a mesma mala preta há 4 anos. 
É grande, versátil mas está a desfazer-se aos poucos. (parfois)



Christmas
Não tenho luvas decentes. Apaixonei-me por estas da Zara. 
E se chegar o frio igual ao do ano passado vão ser bem úteis.


Christmas
Gosto de ter sempre um brow game forte. Expressão facial ao máximo!
Gosto de ter as sobrancelhas preenchidas e confio ao máximo na Benefit Cosmetics.
(cor 03 medium)


Christmas
Aqui está o devaneio. Metam-me num avião ou comboio para viajar e sou a pessoa mais feliz do mundo.
A Chocolate Box tem tudo para surpreender e preços simpáticos com este "quadrado" de chocolate.

06/12/2017

Wedding saga: A noite de núpcias

O casamento era a entrega da mulher a outro homem. Por vezes até com pagamento de dote. Era sempre a mulher que tinha de passar de homem para homem. Neste caso da protecção do pai para o matrimónio com o marido. Como uma mala de pendurar no braço. 
Hoje em dia é diferente (na maioria dos países). São os indivíduos que escolhem contrair matrimónio. Sinceramente, escolhem assinar papéis e fazer uma festa. Afinal de contas, se já vivem juntos e partilham a vida, a única coisa que muda é como entregam o IRS.
Mas há coisas que ainda se associam ao casamento, por vezes de forma velada. A noiva ir de branco, a importância dada à noite de núpcias. Aquela primeira noite entre marido e mulher ainda se considera o validar do matrimónio. Como se a noiva tivesse de pendurar os lençóis manchados à janela para a aldeia ver.
Acho que já está na altura de calar as alcoviteiras e viver esta parte da tradição sem o sentido de obrigação mas o com direito ao prazer. Seja a noite ou a madrugada.

casamento


03/12/2017

Saying Yes to the dress?

Daqui a umas semanas vou voltar a experimentar vestidos de noiva. A primeira prova foi divertida apesar de ter ido com uma carga de nervos em cima e nem percebia porque. Durante a prova percebi que há vestidos que se vêem em imagens e depois não são nada comparadas na vida real. E que há vestidos que são infinitamente melhores. 
Experimentei uns 10 vestidos. Todos diferentes. No entanto, assim que saí do provador com o segundo e olhei para a minha incrível entourage comecei a ver lágrimas e até eu fiquei meia tremida. Era incrível. Experimentámos todos os outros que, apesar de serem também lindos, confirmaram que o segundo era o vencedor do dia.
Agora vou a outra loja que tem peças deslumbrantes. Mas para escolher um, terá que destronar o detentor do meu coração.

dress